O Segredo de Marrowbone – Uma visita cheia de incertezas

O Segredo de Marrowbone é um terror dramático que não foi muito falado quando saiu, estranhamente, pois tem um elenco que chama atenção (Prova disso é que só ouvi falar sobre o filme agora em 2020). Portanto a minha maior dúvida após ver os trailers era se esse anonimato tinha um motivo na qualidade do longa, na verdade é algo que se pergunte normalmente.

Dirigido por Sergio G. Sánchez, o longa conta a história de uma família de irmãos que se começa a viver na antiga casa da família de sua mãe para tentar fugir e esquecer de seu traumático passado em família.

Marrowbone
Família Marrowbone.

Sinopse de O Segredo de Marrowbone

“Quatro irmãos, devastados com a morte trágica da mãe, decidem se refugiar em uma localidade rural, temendo ser separados pelo serviço social. No entanto, o local esconde um obscuro e perigoso segredo que desafiará a união e sobrevivência dos quatro.”

O Segredo de Marrowbone é um filme misterioso, esse mistério em si é vendido durante toda sua duração, porém uma característica interessante desse mistério é que cada vez mais somos apresentados a possíveis temas e acontecimentos, sempre de maneira subjetiva, nunca direta.

A incerteza montada durante a trama é diversificada, de uma maneira que deixa o espectador confuso sem saber que caminho o filme está querendo trilhar, e sim, isso feito de forma mal planejada poderia acabar em uma maré de confusões rítmicas, mas não é o que acontece aqui.

O ritmo é bem arquitetado de maneira que realmente instiga por boa parte do tempo, mas sempre nos fazendo se perguntar “Afinal, essas ameaças são sobrenaturais? Físicas?” O que o suspense faz é usufruir de convenções de gêneros como terror e suspense, assim trabalhando uma incerteza em cima deles.

Acontecimentos que passaram durante o tempo atual em que assistimos a história são pulados e omitidos ao espectador, como se realmente o longa estivesse escondendo segredos de nós. O que funciona bastante e realmente nos faz se questionar mais ainda sobre “Qual o segredo da família Marrowbone?”.

Marrowbone

Veja também Kursk – A Última Missão | Review

Esse vai e vem se mantém consistente até boa parte da trama, mas pode se tornar cansativo de se acompanhar em uma primeira vez. Sim, Marrowbone é uma obra que se assistida uma segunda vez se torna uma experiência completamente diferente, não só pela reviravolta do longa mas é assim que podemos ver com outros olhos tudo que assistimos anteriormente, e o que foi cansativo uma vez se torna bem mais coerente.

Claro, é sim um demérito da produção de tornar sua experiência um tanto cansativa após um tempo de duração por investir bastante em suas incertezas e em sua atmosfera misteriosa sem parecer que está avançando em respostas para o espectador, mas na verdade o longa está sim progredindo.

Não posso me aprofundar tanto para não estragar surpresas do longa, mas o que posso adiantar é que tudo é bem amarrado para as reviravoltas finais, sendo todas coerentes e o maior mérito é serem realmente inesperadas, são poucas as pistas que conseguimos pegar para interpretar o que está por vir, quem dirá adivinhar. Pois apesar do significado do plot e de toda sua aura misteriosa, muito do universo apresentado no filme sempre aparenta “pé no chão”, e sim, mesmo com as possibilidades sobrenaturais.

o segredo de marrowbone 696x348 5062003

Em meio a isso tudo, somos colocados na pele de personagens quando vemos as coisas por suas perspectivas, por exemplo a criança que não sabe de muito e fala como se tivesse certeza de algo, sendo assim uma informação direta entregue ao espectador porém sempre incerta.

O elenco é bem consistente e entrega tudo que é requisitado por seus papéis, mas o destaque mesmo vai para o protagonista que é interpretado por George MacKay, que leva seu personagem até extremos de maneira sólida.

George MacKay como Jack Marrowbone.

No Fim, O Segredo de Marrowbone é um terror dramático que merece sua atenção, mesmo não sendo excepcional como poderia ser, ainda é muito eficiente e traz uma ótima experiência com um toque emocional genuíno não só para quem gosta de um suspense, mas também para quem gosta de reviravoltas impactantes.

Muito bom