Olhos de gato – Uma aventura simples e delicada | Review

0

Olhos de gato (ou A Whisker Away no original) é um filme em animação do estúdio Colorido (responsável por Burn the Witch e Pokémon: Twilight Wings). O filme estrearia dia cinco de junho nos cinemas japoneses, entretanto devido a pandemia do Covid-19 o lançamento foi reprogramado para streaming. O Longa teve sua estreia oficial no dia 18 de junho com exclusividade na Netflix.

olhos de gato
Miyo observando Hinode enquanto ele segura Tarō

Sinopse:

Olhos de gato conta a história de Miyo Sasaki, mais conhecida como Muge, uma garota aparentemente espontânea e extrovertida que faz de tudo para chamar atenção de seu colega de escola e interesse amoroso Kento Hinode. O garoto, entretanto, é tímido e não se dá bem com as tentativas de interação da exagerada e expansiva Muge. Até que certo dia, em um festival, a garota encontra um gato enorme que lhe vende uma máscara mágica, capaz transformar aquele que a usa em um gato também. A garota então usa de sua nova forma felina para se aproximar de Hinode, e este demonstra ser extremamente carinhoso com o animal, cuidando dele e o nomeando “Tarō”.

Muge visita todos os dias, em forma de gato, o seu colega Hinode após voltar da escola, e retorna para casa a noite. Entretanto, certo dia devido a problemas pessoais e familiares Mugi resolve abandonar sua vida humana e viver em definitivo como o gato de Hinode. Mas que problemas isso pode trazer?

Olhos de gato
Hinode brincando com Taro

Análise:

Olhos de gato é um longa certamente bem animado, os visuais são interessantes e os personagens (humanos e felinos) tem traços bonitos e delicados. Além disso a ambientação é um show a parte, todos os locais e cenários em que a história se passa são bem detalhados e muito coloridos.

O roteiro de Mari Okada (Ano Hana) é bem simples, chegando a ser previsível em vários pontos; ele se foca em uma mensagem central e não se distancia muito dela em nenhum momento, sem grandes reviravoltas ou quebras de expectativa. Apesar disso a história ainda consegue ser bonita e cativante, a previsibilidade não chega a ser um fator que estraga a diversão do filme.

Um dos pontos altos do “Olhos de gato” são os relacionamentos entre os personagens e os efeitos que eles possuem em seus psicológicos, não apenas de Miyo e Hinode, mas também da garota com a própria família e com os demais colegas. A protagonista possui muitos problemas familiares, e devido ao abandono de sua mãe, a dificuldade de se entender com sua madrasta e o bullying sofrido na escola, Miyo se torna uma personagem confusa, que não sabe expressar seus sentimentos, o mesmo acontece com Hinode.

Esse tipo de dilema trabalhado talvez faça com que o filme converse melhor com o público mais jovem, especialmente aqueles na adolescência e pré-adolescência. Nessa idade é mais provável se identificar com os problemas e frustrações apresentados pelos personagens. Mas claro que ainda é possível aproveitar o filme mesmo sendo adulto, talvez apenas não gere uma conexão tão forte.

Em termos de ritmo o filme cumpre bem seu papel durante quase toda sua duração. O longa não é maçante e prende o telespectador durante boa parte do tempo. O único momento em que as coisas podem se tornar enfadonhas se encontra próximo ao final da animação, quando a história acaba adquirindo proporções maiores do que o necessário e carregando um tom destoante do resto do filme.

Conclusão:

Olhos de gato é uma animação visualmente linda, o roteiro de Mari Okada tem alguns problemas visíveis, entretanto nada que atrapalhe a experiência de maneira severa. Aqueles que assistirem de coração aberto ainda podem se emocionar e se divertir bastante.

Para mais Reviews sobre filmes da Netflix fique atento ao nosso site e redes sociais. E não esqueça de seguir o 1 Real no Twitter e Instagram!