Anuncio Publicitário

Re:Zero e a Friendzone

| Tiago Amorim |
Anuncio Publicitário

Um dos animes que mais ganhou destaque em 2016 terminou recentemente com inúmeras perguntas e um final alegre até demais se comparado com as desventuras que o protagonista passou durante toda a temporada. Os mistérios sobre aquele mundo no qual Subaru teve que se submeter e o porquê dele estar ali ficarão para uma possível continuação (até o momento, não há nenhuma confirmação de segunda temporada). Essa introdução poderia ser de um review definitivo sobre o que foram os 25 episódios de Re:Zero, entretanto, será um artigo sobre o comportamento do triângulo amoroso do desenho: Rem, Emília e Subaru.

Foi fácil desenvolver toda a fixação que Subaru, o protagonista, teve em relação à Emília, já que ela o salvou no começo do primeiro episódio. Por outro lado, Emília retribuiu bons sentimentos por ele (não necessariamente paixão ou amor) desde que o mesmo a salvou da assassina na taverna; e graças a isso que se inicia a dívida de Emília com Subaru. Devido à habilidade de Subaru em voltar da morte, Emília não sabe que ela foi quem o salvou primeiro, e passa o anime todo acumulando dívidas morais com garoto. Em último plano, temos Rem, uma garota demônio que trabalha na mansão de um mago rico – e principal patrocinador de Emília – e que desprezava Subaru desde o começo. Por sentir que ele poderia ser uma ameaça, Rem o mata cruelmente na primeira oportunidade. Por sua vez, Subaru deu um jeito de conquistar a confiança da serva de Emília ao utilizar algumas vezes a Volta da Morte e desde então, ela começa a olhar para Subaru com outros olhos.

Anuncio Publicitário

Pode até ser muito idiota, mas grande parte do anime só se movimenta graças às ações levadas pela paixão dos personagens. Subaru quer ficar perto de Emília, ajudá-la e salvá-la sempre e faz de tudo por ela. Rem começou a fazer o mesmo com Subaru, e assim começou o triângulo amoroso não correspondido por nenhuma das partes. Tudo bem que Emília tinha um carinho especial por Subaru, entretanto, ainda estava longe de corresponder tudo o que ele sentia e dizia para ela – o final da temporada não me deixa mentir.

Resumindo, é um anime que fala muito de relações e de situações em que essas relações obrigam os personagens a agirem de maneiras atípicas as suas vidas antes de se afeiçoarem uns pelos outros. E a pergunta que quero deixar em aberto é: Até quando vale a pena se submeter a situações extremas por causa de um amor não correspondido? Subaru já deixou claro que ama Emília após Rem ter se declarado para ele. Isso ficou bem claro, e por mais que os fãs ainda torçam pela felicidade de Rem (vide que ela é muito mais legal que o idiota do Subaru), essa primeira temporada não deixou brechas para dúvidas sobre os sentimentos dos personagens. Com exceção da própria Emília, que apesar de ter um profundo carinho por Subaru, sentiu-se confusa após o mesmo ter se declarado no final do anime.

Pessoalmente acho que o romance deles irá se desenvolver mais pra frente como algo natural – podendo ou não ter um desfecho trágico, devido à natureza da obra. Reforçando minha pergunta anterior, será que devemos torcer para que Rem consiga algo com Subaru? Se você é adolescente e já esteve em situação parecida, provavelmente está torcendo por Rem, porém para uma pessoal adulta e com um pouco mais de experiência, fica claro que não devemos perder nosso tempo com pessoas que desprezam nossos sentimentos, ou pior, que nos usam para conquistar seus desejos egoístas.

Anuncio Publicitário

Essa reflexão sobre as indagações me faz pensar que Subaru só não é um completo egoísta devido às circunstâncias graves envoltas naquele mundo fantástico. Emília é uma boa candidata para governar aquele reino e sempre teve a lealdade de Rem, por isso é aceitável que a garota demônio aceite ajudar o protagonista. A Seita da Bruxa também é outro extremo que nos faz aceitar as motivações de Rem. Fora toda essa problematização ficcional, se transportarmos os personagens para o mundo real, vocês acham mesmo que o triângulo seria diferente? Rem é a típica garota (ou garoto) que acaba se iludindo por uma pessoa que, além de te dar um fora, vai tentar tirar alguma vantagem dessa obsessão para outros fins. Considerando todos os traumas pelo qual Subaru passou, ainda dá para aliviar à seu favor, porque seu psicológico está sendo colocado à prova a cada dia. Ainda assim, prefiro torcer para que Rem comece a enxergar Subaru apenas como um amigo ou aliado. O amor está completamente descartado aqui – a não ser que o autor da light novel,  Nagatsuki resolva ligar o foda-se e botar o desejo imaturo de Rem em primeiro lugar. 

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud