Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.
| Tiago Amorim |

Pulp: Suje suas mãos lendo Bukowski

Calma. O que Charles Bukowski (1920 – 1994) pensaria lendo esse título? Primeiro seria raro ele ler algo da internet, e segundo, bem, eu acho que ele concordaria. Bukowski é pura lama, suja, divertida e sorrateira, te puxa para sua profundidade e te esgana, você ainda vive, mas não é o mesmo. Definir ou adjetivar Bukowski é meio difícil, por que não descrevê-lo com uma frase dele mesmo?

Advertisement

Quando a gente acha que chegou no fundo do poço, sempre descobre que pode ir ainda mais fundo. Que escrotidão.

Bukowski é uma desgraça, é um escritor psicótico com seus problemas com o alcoolismo  e o cigarro, é um homem pessimista, que tinha uma ampla relações com as mulheres, não no sentido de várias, mas no sentido real ao todo e acima de tudo um pensador escroto, frases, poemas, trechos da vida e tudo mais são empregadas a mente bizarra de Bukowski, entre Misto Quente, Mulher e Amor é um Cão dos Diabos, eu comecei por Pulp, sua última obra e meus amigos, que sujeira.

Pulp é um estereotipo pensando pela mente de Bukowski, a literatura Pulp que foi muito famosa nos EUA no século passado foi muito desgastada por diversas obras, se livros, revistas ou até mesmo quadrinhos, seu livro gira em torno de Nicky Belane que evoca um caráter muito autobiográfico, seguindo uma linha de história narrada no primeiro ponto de vista do indivíduo e segue como uma corrente, Pulp é acima de tudo diferente. Sua narrativa é meio desconexa, mudanças vão e vem e acima de tudo… Sua história não é um pingo simples, ah, não é um romance do Victor Hugo nesse sentido de complexidade… Mas no sentido da loucura, das mudanças e do início de trama que somos presenteados.Tem um sentimento neo-noir que emprega uma narrativa muito simples, com termos coloquiais e gírias do passado, Bukowski cria um livro para ler em qualquer canto, filas, ônibus, em uma mesa ou até na cama. A narrativa dele não é cansativa e ele poupa trabalho, e muito. Parágrafos e capítulos sustentam a sua trama com rapidez, casos diferentes e investigações extremamente peculiares. Nicky Belane é um detetive fracasso, beberrão, meio gordo e fumante. Okay, temos um caráter biográfico aí, é nisso que Bukowski acerta, ele entra em sua trama e mergulha de cara, sua narração além de não cansativa é relacionada a conexão, a loucura de total fel do personagem e do autor se unem em uma corrente só e explodem em xingamentos, coloquialismos do sexo, obscenidades e uma investigação totalmente louca.

Sinopse? Nicky Belane é um detetive e temos um caso. Essa é a sinopse perfeita, criar um clima sobre que caso é? Não, não posso fazer isso. Pulp é um livro de dois dias, no máximo. Uma tarde se você for extremista ou rápido, é um livro ligeiro, humorístico, sarcástico e nada difuso de ler, dar temas e abordagens que o autor cria quebraria o adorável clima de uma Nova York quase decadente no melhor estilo de LSD de Philip K. Dick.

E o aspecto mais chamativo e grandioso de Pulp são as loucuras singulares do autor, estamos lendo um parágrafo simplista até, de uma investigação em um prédio… E aí vem uma reflexão sobre a vida, sobre nosso estilo de vida e o que somos obrigados a fazer. Acordamos todos os dias movidos a uma coisa, estudar, trabalhar ou sobreviver. Aliás tem diferença? Por que estudamos todos os dias, empregos, somos a mão de obra e somos pagos para comprar desilusões, alguns tiques de loucuras próprias. O videogame, a televisão, o cinema… São meios de nos tapar a visão e Bukowski fala disso, as reflexões da vida, a necessidade da sobrevivência e como essa selva de pedra é tão perigosa como uma floresta verde.

Bukowski fala da vida, nos dá uma trama fictícia, insana e puramente sensacional, personagens bizarros, passagens esquisitas, mas acima de tudo nos dá vida, política, sociedade e reflexão.

Ele é sujo, Pulp também. Mas nesse mundo que vivemos, quem não é?

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud