• Início
  • Notícias
  • Política de imigração de Trump é “imprudente e mal informada” – afirma ESA.
| Tiago Amorim |

Política de imigração de Trump é “imprudente e mal informada” – afirma ESA.

No fim de janeiro, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tomou uma medida polêmica ao vetar temporariamente a entrada no país de refugiados e cidadãos de sete países muçulmanos (Iêmen, Irã, Iraque, Líbia, Síria, Somália e Sudão).

Uma das características da indústria de video games mais importantes é que ela, assim como outros meios da arte e comunicação, é multiétnica e multicultural. Assim, diversos órgãos, entidades, empresas, estúdios e associações diversas estão se pronunciando contra a política de imigração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A Insomniac, o chefão da Valve, Gabe Newell e até mesmo o Humble Bundle são apenas alguns dos que se pronunciaram. Agora, a ESA(Entertainment Software Association), uma das maiores associações de games dos EUA, também se posicionou na direção contrária à de Trump.

O órgão emitiu uma declaração na qual afirma que isso poderia “afetar severamente” a indústria de games do país. “O presidente determinou uma imprudente e mal informada medida que diz respeito aos criadores estrangeiros e contadores de história que trabalham na indústria. (…) A ESA estará vigilante nos meses que virão a respeito de tais políticas e vai colaborar com vocês para repelir medidas cegas que limitem nossas fronteiras”, disse o CEO da entidade, Michael Gallagher, no referido posicionamento.

Para quem não sabe, o grupo ESA é responsável pela organização da E3 todos anos e representa os principais interesses da indústria de games na capital da Terra do Tio Sam. A associação diz que o “mercado de games se apoia no talento imigrante”. Insomniac, a desenvolvedora de Ratchet & Clank, condena as ações de Trump; “Enquanto reconhecemos que melhorar a segurança e a proteção de nossos cidadãos é um objetivo importante, nossas companhias se apoiam em talentos habilidosos de habitantes dos EUA, estrangeiros e imigrantes. As ações e palavras de nossa nação deveriam dar apoio à participação deles na economia americana”, endossou. “Todos nós da ESA consideramos um privilégio ser a voz de pessoas criativas, inovadores e que engajam indústrias e comunidades”, pontuou a declaração.

Apesar de o decreto se encontrar atualmente suspenso pela Justiça americana, paira a dúvida caso futuramente o governo decida dificultar ainda mais a liberação de vistos, até mesmo para outras nações. Ainda mais porque os jogadores nos E-sports costumam ser bastante jovens, com pouco currículo e sem ligação com os Estados Unidos. Por causa desse decreto, o Campeonato Mundial de Dota 2 pode deixar de ser sediado em Seatle, campeonato esse que é disputado nessa mesma cidade desde 2002 e que tem as maiores premiações no mundo do E-Sports. Em encontro com a imprensa em Bellevue, o CEO da Valve, Gabe Newell, e o diretor principal Erik Johnson sugeriram que o The International, o Mundial de Dota 2, pode ter sua sede transferida para fora do território americano caso as leis de concessão de vistos no país se torne muito problemática.

“Nós vamos realizar o evento não importa o que aconteça. O ideal seria fazer aqui (em Seattle) porque existe uma série de vantagens por estar perto do escritório. Mas o evento vai acontecer. Então sim, caso se torne muito difícil, vamos encontrar uma saída” – afirmou Johnson.

Seattle é a sede do The International desde 2012 (Foto: Divulgação / Valve)

O The International é disputado desde 2011. Embora o primeiro torneio tenha sido organizado em Colônia, na Alemanha, todas as edições seguintes foram realizadas em Seattle, cidade vizinha à sede da empresa, localizada em Bellevue. O Mundial de Dota 2 distribuiu mais de US$ 20 milhões (R$ 62,2 milhões) em premiação no ano passado. A Wings Gaming, da China, conquistou o título e faturou mais de US$ 9 milhões (R$ 27,9 milhões).

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud