• Início
  • Artigos
  • O último capítulo da jornada de Caesar vai além de um blockbuster tradicional | Review
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.
| Gabriel Maretti | ,

O último capítulo da jornada de Caesar vai além de um blockbuster tradicional | Review

Uma obra onde a ação te leva a uma grande reflexão sobre a violência dos conflitos bélicos é um grande filme de guerra. Planeta dos Macacos A Guerra faz exatamente isso. Toda a violência dos primeiros minutos nos levam a contemplação dos momentos após a batalha onde se reúnem os mortos e os feridos do bando de Caesar. Um cenário triste e desolador que da o tom de todos os 140min de filme.

Advertisement

O longa alterna entre ação, drama e alívios cômicos (de um humor um tanto triste que condiz totalmente com a história que nos está sendo apresentada) que ajudam a manter um bom ritmo. Contudo, as grandes e belas cenas de ação aparecem um tanto espaçadas em certos momentos, o que pode desagradar quem não esteja no clima para apreciar os dramas pessoais de Caesar em busca de vingança contra o homem que atacou seu bando, O Coronel (Wood Harrerson).

A interpretação do ator Andy Serkins no papel de Caesar está incrível como esperado do ótimo ator. Contudo, Steve Zahn rouba a cena como “bad ape”, personagem responsável pela maior parte dos momentos mais descontraídos e engraçados do filme.

Planeta dos Macacos A Guerra é um dos melhores filmes do ano, tendo tudo o que um grande blockbuster de ação precisa ter e indo além.

Andy Serkys declarou “Não tem nada de previsível nesse filme”, sobre o filme na coletiva de imprensa em que nossa equipe estava presente, e completou “O tema principal desse filme é a empatia”. O ator, que interpreta o macaco César, falou também sobre a sua experiência nas filmagens: “Eu amo esse mundo, eu amo a franquia e a metáfora com os macacos”.

O longa foi realizado em 5 meses e meio, período que Serkis definiu como uma jornada incrível.”A filmagem foi muito sombria para o Cesar. Em todos os dias de set havia uma intensidade muito grande.”

Sobre o uso de computação gráfica, o ator elogiou os efeitos do novo filme, “muito mais aparentes e bem realizados”. “Tecnologia de movimento é apenas uma tecnologia, não é uma forma de atuar”, completou.

Planeta dos Macacos A Guerra estreia amanhã dia 3/08.

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud