| Tiago Amorim |

Legion e a realidade de ser um mutante

A série foi bastante esperada pelos fãs de uma das maiores equipes de super heróis, porém logo no seu primeiro episódio já dividiu seu público. Grande parte não entendeu e deixou a série de lado, enquanto outros fizeram sua própria interpretação e realizaram que é uma série grandiosa demais para deixar de lado. Com um roteiro muito bem trabalhado, Legion chegou para mostrar que os mutantes não nascem heróis, eles se tornam.

Advertisement
legion-5460574-5063126

As pessoas que assim como eu tiveram uma ligação com os X-Men na infância, irão entender a mensagem que a série quer passar, ela não precisa encher seu episódio com as famigeradas referências ou até mesmo forçar personagens já conhecidos pelo público. Legion segue sua trama independente dos mutantes mais “famosos”, isso faz dela uma das séries de heróis mais compreensivas e fortes que poderíamos ter.

No início achei que seria como qualquer outra série sobre mutantes, alguém nasce com um poder e descobre que pode fazer a coisa certa com isso, mas não foi bem assim que aconteceu. Me deparei com um personagem forte, independente e que sofre todos os dias as consequências de ter poderes, sem ao menos saber que os possui. David vive um drama dentro de um hospital psiquiátrico, lidando com remédios controlados e armadilhas da sua própria mente, porém ele não passa por tudo isso sozinho, em uma das reuniões ele conhece Sydney e em menos de 5 minutos ele a pede em namoro e ela aceita, só que com a condição de que ele não poderia tocá-la.

tumblr_olfju11vbv1ufc5gao5_1280-9550942-6329236

A relação de David com Sydney foi muito bem trabalhada, de cenas sem fala e apenas os dois juntos com sonoplastia de fundo até a cena do beijo, em que David descobre o motivo de não poder tocá-la. A partir desse momento o nosso protagonista descobre que seus sonhos e as vozes que escuta são manifestações do seu poder, a destruição que causa quando fica nervoso ou ansioso também, e foi juntando essas peças que ele conseguiu fugir de um grupo governamental que defende a morte daqueles que eles não serão capazes de controlar, ou seja, os mutantes.

Esse medo que temos do diferente sempre foi algo muito bem adaptado nos quadrinhos dos X-Men, o receio e medo que temos de quem não podemos controlar ou até mesmo não podemos entender, tratamos com temor e até mesmo deixamos de lado as pessoas que não se encaixam em nossos padrões, as pessoas que nós fingimos não compreender para não dar a liberdade de que elas um dia tenham os mesmos direitos que nós. Lendo isso você deve achar que é uma crítica social, o que realmente é, porém essa é uma das justificativas que o governo deu para mostrar que os mutantes seriam uma ameaça. É fantástico como o universo dos mutantes se adapta tanto ao nosso convívio diário com pessoas conservadoras e antiquárias.

tumblr_ola4j0idjy1ui45hlo1_540-5167599-7918284

Legion provou o seu potencial, mostrou ser uma série independente de seu universo e nos deus um protagonista muito bem trabalhado e sem contar em seus efeitos sonoros e visuais que desbancam muitas séries atuais do mesmo gênero. Talvez você não tenha entendido o primeiro episódio, mas não deixe essa série passar despercebida, ela merece o máximo de reconhecimento possível.

Ynaê Couvo

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud