• Início
  • Artigos
  • Guardiões da Galáxia Vol. 2 | Crítica lotada de spoilers!!!
| Yago Feitosa | , , ,

Guardiões da Galáxia Vol. 2 | Crítica lotada de spoilers!!!

ATENÇÃO SPOILERS ABAIXO

Advertisement

Semana passada a Marvel lançou esta sequência que muitos aguardavam!! E percebi que precisava analisar esse filme sem esconder informações!!!

O filme se passa alguns meses, temos o retorno do quinteto apresentado anteriormente. Além disso, personagens como Yondu e Nebula, tem seu destaque nesse filme! Além de muita referências ao universo Marvel dos quadrinhos!

Segue-se continuando uma grande questão do primeiro filme: Quem é o pai de Peter Quill?
Nos Quadrinhos Peter é filho de J’son do planeta Spartax, mas no filme ele é filho de Ego, o planeta vivo.
No filme, Ego é apresentado como um Celestial( Pelo menos é assim como ele se apresenta ), um ser poderoso como um Deus que acabou assumindo a forma de um planeta. Embora a relação pai e filho no inicio se desenrola de uma maneira bacana, no final ele se revela um filho da puta.

Aqui temos um exemplo de mais um vilão que não emplacou! Ego surge como uma grande ameaça, mas é derrotado de uma maneira simples se compararmos todo o poder dele. É capaz de ninguém lembrar dele quando lançarem 0 3º filme!! Mas apesar de simples foi uma clara referência a vez que o Quarteto Fantástico derrotou o planeta atingindo o seu cérebro.

Nebula surge como uma prisioneira que anseia pela morte de seus familiares. No fim ela faz as pazes com a Gamora de uma forma que achei bem forçada. Claramente prepararam o terreno pra participação dela em Avengers: Infinity War.

Yondu retorna com um destaque que chega até a ser maior que o dos protagonistas. Primeiramente nos é apresentado outras equipes de saqueadores, que eles possuem um código, e que o Yondu o quebrou. Como visto no outro filme, Yondu sempre pega leve quando o assunto é o Senhor das Estrelas. Com o decorrer do filme o personagem vai se abrindo e mostrando sua real face, que apesar de todos os crimes ele ainda é um ser com sentimentos! Essa revelação acaba por tocar o Rocket que passa ao admirá-lo e a pensar sobre seus atos!

Pra mim o arco do Yondu foi a melhor novidade desse filme!

Esses 3 últimos pontos resumem bem o que o filme quer passar: A importância da família. Quando vemos Nebula sendo guiada por todo aquele ódio não imaginamos que na verdade ela apenas almejava o sentimento de fazer parte de uma família como a da Gamora. Quando o Ego se revela como um conquistador, vemos claramente a diferença entre o progenitor e o pai, não importa o sangue e o poder que corre nas veias do Peter, o cara azul é quem o criou e o amou.

Sobre o tom de comédia:

Drax protagonizou ótimas cenas! Ao contrário do primeiro filme, nesse ele realmente conquistou nossa atenção e nossas risadas. A Mantis foi outra personagem que teve alterações na origem devido a adaptação, logo sua personalidade difere da fonte original, mas essa versão ficou muito divertida, a interação dela com o Drax foi bem satisfatória!!

Rocket e Baby Groot renderam ótimas cenas também. Rocket se mostrou um especialista em armadilhas e emboscadas na cena dos saqueadores. Groot como um bebê rendeu cenas bem interessantes, e não posso deixar de citar a cena pós-crédito com sua versão adolescente, que eu achei sensacional! remetendo mais uma vez ao conceito de família!

Referências e Easter Eggs:

  • Stakar, o personagem de Silvester Stalone é nada menos que o Águia Estelar, que junto do Yondu foi um dos Guardiões da Galáxia originais nos quadrinhos! Em uma das cenas pós-credito, é revelado que todos são saqueadores e eles resolvem se reunir. Na cena além do Stakar, aparecem o Charlie-27, o Martinex, a Nikki  e outro que não consegui reconhecer.
  • Taserface originalmente é um vilão dos Guardiões da Galáxia originais dos quadrinhos!
  • Na cena com Stan-Lee, os Vigias finalmente aparecem. O que poderia confirmar a possível participação no vindouro filme dos Vingadores.
  • Howard, O Pato novamente dá as caras, dessa vez com falas e com um close melhor!

  • O filme é cheio de referências aos Anos 80! David Hasselhoff foi citado de diversas maneiras e ainda deu uma participada!! Além de referências a filmes, séries e ao Pacman!
  • Ayesha e a raça dos soberanos surgiram como uma alternativa de uma nova origem para Adam Warlock, já que nos quadrinhos ele é criado pelo Enclave. E pelo contexto, deu a entender que ele vai ser criado na intenção de ser de uma raça superior assim como sua origem original. No final do filme é revelado um sarcófago que se assemelha ao casulo de Adam, além de seu nome ser dito por Ayesha.

Apesar do filme ter problemas como situações forçadas, vilão mal aproveitado e tramas mal desenvolvidas, no final eu gostei muito do filme! Acho o primeiro filme muito melhor, mas esse também me conquistou! As referências me deixaram animado pra ver o que vai rolar nos próximos filmes!!

Nota 8/10

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud