• Início
  • Cinema
  • Era uma Vez em… Hollywood – Recontando uma história ao estilo Tarantino | Review

Era uma Vez em… Hollywood – Recontando uma história ao estilo Tarantino | Review

O novo e esperado longa de Quentin Tarantino finalmente chegou aos cinemas, e fomos presenteados com uma proposta um tanto diferente do que estamos acostumados do diretor, com ele fazendo uma releitura de fatos reais ao seu próprio estilo.

A história se passa no ano de 1969, ano que marcou Hollywood pelo trauma do assassinato da atriz Sharon Tate que ficou marcada na história sendo até considerada uma das mulheres mais lindas do mundo na época, a mesma se encontra no filme interpretada pela excelentetíssima Margot Robbie, porém a trama não foca em sua história e desenvolvimento ,e sim no mundo ao redor dela, com o foco em personagens fictícios inventados pela mente de Tarantino.

O longa mistura ficção com realidade, enquanto acompanhamos o dia a dia de dois amigos, um ator que sofre com sua insegurança e necessidade de se sentir o máximo, Rick Dalton, com uma atuação estupenda de Leonardo DiCaprio, nos entregando um personagem com várias camadas, sendo um galã de cinema dos anos 60 e ao mesmo tempo tendo suas crises e inseguranças, e Cliff Booth interpretado excelentemente por Brad Pitt, do qual é um dublê de cinema que acaba se tornando o “faz tudo” de Dalton, porém sua atuação não é baseada em se aprofundar em camadas e expor o personagem, e sim manter o ar de mistério sobre sua aparência boa pinta e atitude gentil junto com seu passado obscuro e sua clara tendência para violência que nos deixa um grande ar de dúvida.

Era uma vez em… hollywood – recontando uma história ao estilo tarantino | review
Brad Pitt e DiCaprio como Cliff e Rick


Quando eu digo que acompanhamos o dia dia dos dois personagens, é o dia a dia mesmo, como por exemplo coisas mais banais como andar de carro pelas ruas de LA com cenas contemplativas e belíssimas executadas pela direção de arte para nos imergir mais ainda naquele universo de época. Tirando o fato de ser visualmente belíssimo e ter me ajudado a imergir em todo o universo, isso pode causar o efeito reverso em boa parte do público, podendo ser visto até como perda de tempo ficar vendo tais personagens andando de carro por minutos, o que eu compreendo e concordo que possa ser uma faca de dois gumes para alguns.

Era uma vez em… hollywood – recontando uma história ao estilo tarantino | review
Rick Dalton gravando um comercial

A imersão também é elevada com a aparição de personalidades icônicas da época como Bruce Lee interpretado por Mike Moh que tem uma cena bem divertida e ajuda a enriquecer todo aquele universo.

Mike Moh como Bruce Lee

Como maior parte do longa é contado a partir do ponto de vista de Dalton e Cliff, a narrativa os interliga com a história de Sharon de forma indireta, porém o filme nos mostra a atriz de uma forma mais contemplativa e sem muito desenvolvimento, apenas a retratando fazendo coisas banais como festejar e ir ao cinema, porém as vezes com certos detalhes que enriquecem as cenas e a personagem dentro do longa e principalmente para quem conhece sua história real.

Era uma vez em… hollywood – recontando uma história ao estilo tarantino | review
Margot Robbie como Sharon Tate em uma de suas cenas cotidianas

O maior problema do filme é sua dependência da história real para uma experiência completa, o fato é, que se você ver o filme sem saber da história real de Sharon Tate e todo os acontecimentos em volta disso, você tende a perder boa parte das idéias propostas por Tarantino, então minha recomendação é pesquisar sobre o caso e depois assistir ao longa.

Mesmo sendo o filme do Tarantino mais diferenciado, ainda é clara a autoralidade do diretor, ainda sim sendo um filme bem Tarantinesco, mesmo escalando até o terceiro ato para enfim entregar algo que já estamos acostumados do diretor.

Com um elenco estelar e cativante, Era Uma Vez Em… Hollywood é uma proposta diferente, interessante e eu diria que até genial de se fazer uma releitura sobre uma história real, porém que pode ter a experiência prejudicada por depender da história verdadeira fora do longa para toda sua idéia e proposta ser compreendida e apreciada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ultimas Notícias

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud