Aproximadamente 14.000 artigos sobre Bitcoin foram listados no Google Acadêmico em 2019

No dia 3 de janeiro de 2020 a rede Bitcoin, uma tecnologia que mudou as vidas de muitas pessoas, oficialmente completa seu 11º aniversário. Desde o advento da blockchain, estudiosos e economistas têm estudado e escrito milhares de artigos acadêmicos lidando com esse tema. Em 2019, o total de artigos e menções ao Protocolo Bitcoin na plataforma Google Acadêmico chegou a 13.700 publicações inéditas.

Adaptado da matéria de Jamie Redman publicada no site bitcoin.com

A Academia ama o Bitcoin

No halloween de 2008, Satoshi Nakamoto disponibilizou seu manifesto do Bitcoin na internet e provavelmente não fazia a menor ideia do quão gigantesca sua invenção se tornaria. Nakamoto lançou a rede dois meses após publicar o artigo na Cryptography Mailing List, e a nova tecnologia lentamente ganhou tração na internet e as pessoas ouviam falar nela através de fóruns e mídias sociais.

Em 2009, quase imediatamente depois do lançamento da rede, analistas, docentes, estudiosos e economistas notaram o fascinante protocolo chamado Bitcoin. Assim acadêmicos começaram a pesquisar regularmente acerca do sistema, criando trabalhos sistemáticos e artigos a fim de ampliar o conhecimento sobre a tecnologia blockchain e as soluções para criptomoedas. Em 2009 haviam aproximadamente 83 artigos no Google Acadêmico mencionando Bitcoin e em 2010 esse número saltou para 136 registros acadêmicos.

bitcoinschool-7218623-3869217
Entre 2014 e 2019, o número de artigos acadêmicos online aumentou em 561%.

Estudos envolvendo o tópico de criptomoedas continuaram a criar um grande acervo de conhecimento. Artigos publicados sobre moedas virtuais ajudaram a estabelecer parâmetros e confirmar fatos, além de reafirmar os resultados de testes em rede. Aliás, pesquisadores estudiosos escreveram artigos a fim de solucionar problemas com tecnologia de registros distribuídos. Periódicos focados em criptomoeda e revistas acadêmicas também discutiram e endossaram teoremas e questões hipotéticas.

No intervalo entre 2011 e 2013 um monte de artigos no Google Acadêmico se referiram à tecnologia blockchain como um desperdício de recursos e demonstraram como a Bitcoin nunca persistiria. Enquanto isso, outros estudos publicados nos primeiros dias do sistema também detalharam como a blockchain e as soluções de criptomoeda poderiam revolucionar o mundo das finanças.

Em 2011, havia um total de 218 artigos na plataforma Google Acadêmico que mencionavam Bitcoin, um número que dobrou no ano seguinte, culminando em 2013 com um total de 868 menções no serviço de pesquisas científicas da Google. Desde 2014, quando 2.070 artigos científicos poderiam ser encontrados online, o número de trabalhos acadêmicos disponibilizados ao público aumentou em 561% visto que agora há mais de 13,700 artigos publicados esse ano acerca do tema.

Trabalhos acadêmicos sobre Bitcoin escritos por universidades, governos, instituições financeiras, bancos centrais e economistas

Esses artigos acadêmicos se originam de universidades prestigiadas como Duke Law, Princeton, Lund University, Cornell, Cambridge, Lomonosov, MIT, Humboldt, Harvard, Stanford, e Oxford. E não são apenas grandes faculdades e institutos-membros da Ivy League que se envolveram na pesquisa da blockchain, mas também vemos artigos acadêmicos escritos por governos, instituições financeiras, bancos centrais, e economistas. Grandes universidades ao redor do mundo agora têm centros dedicados de pesquisa, cursos que incluem tópicos relacionados à criptomoeda, e faculdades especiais direcionadas ao estudo dessa tecnologia.

Em 2019, a Coinbase publicou um relatório destacando que 56% das 50 maiores universidades do mundo incluem ao menos um curso que envolve criptomoedas ou blockchain. Desde o primeiro estudo universitário da San Fransico firm em 2018, o dobro de estudantes relataram ter participado de alguma disciplina relacionada à blockchain.

newscholar-scaled-7863362-4256186
No último dia 25 de dezembro, haviam mais de 13.700 artigos no Google Acadêmico publicados em 2019, e um total de cerca de 22.000 resultados entre 2009 e 2019.

Muitos dos 13.700 trabalhos disponíveis através do Google Acadêmico lidam com a questão da Bitcoin de diversas formas, como introduções à criptomoeda, soluções de remessas, contratos inteligentes, e o básico da tecnologia de registro distribuído. Outros artigos acadêmicos são muito mais aprofundados e discutem tópicos que envolvem não apenas mecanismos complicados das redes de computadores, mais também Direito, Matemática, Economia e Sociologia. Alguns trabalhos ponderam sobre diferentes tipos de ataques e vulnerabilidades, enquanto outros relatos são dedicados a discutir a melhoria geral da infraestrutura da Bitcoin e dos aplicativos de terceiros.

Desde o advento da internet, a produção acadêmica tem transicionado para esse vasto e democrático ambiente virtual, e vemos tecnologias com grande potencial transformador como a Bitcoin sendo muito bem representadas em artigos publicados online pelo serviço Google Acadêmico, que pode ser acessado com facilidade por qualquer pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ultimas Notícias

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud