| Bruna Dorneles | ,

Alien: Covenant | A entrada dos Deuses em Valhalla

Alien: Covenant é mais um filme de ficção científica/terror da franquia Alien, sendo uma prequela ao filme Alien e sequência do filme de Prometheus. O filme começa quando uma uma tripulação de uma nave, parte de uma missão colonizadora para o longínquo planeta Oregae-6 é despertada mais cedo da hibernação por conta de um acidente com as velas solares da nave no espaço. Perdendo seu capitão, a tripulação abalada recebe transmissões de um planeta que até então não havia detectado, mas cujo potencial para colonização seria ainda maior do que em Oregae-6. É somente quando chegam lá que eles percebem que as coisas serão mais complicadas do que imaginam.

Advertisement

Repleto de tensão e cenas extremamente violentas, Covenant tem todo o gore que você poderia esperar de um filme Alien. Aliás o filme inteiro certamente faz juz a saga e é com certeza melhor do que Prometheus (não que isso seja dizer muita coisa). O visual do filme é absolutamente incrível, desde a paisagem do planeta à cidade “abandonada”. Também muito interessante foi a ideia da música no início e no final do filme e o significado atribuído à ela ao longo da história principalmente quando combinada com toda a história das composições de Wagner na vida real.

No filme Michael Fassbender interpreta dois andróides: David e Walter, cada qual, apesar dos tons de voz e maneira em geral própria de robôs, são claramente distintos e reconhecíveis em reações e expressões o que no diz muito sobre a ótima atuação de Fassbender em si. Também trabalhando muito bem no filme Katherine Waterson que interpreta Daniels, realmente passa todo o desespero da personagem de maneira extremamente realista.

Dito isso, nem tudo são rosas: O filme tem algumas falhas em cenas chaves, momentos de tensão quebrados e um final francamente previsível. É claro que sempre existe o cliché do personagem idiota em um filme de terror, mas alguns personagens (você mesmo Capitão Oram) nesse filme tem momentos TÃO IMBECIS que em momentos nos quais a platéia deveria estar apavorada, o cinema estava rindo. Não só em situações isoladas mas em uma cena inteira que deveria ser assustadora o cinema inteiro estava caindo na gargalhada. E se você viu o filme, sabe exatamente de que cena eu estou falando.

Em geral, Alien: Covenant é uma boa adição ao universo Alien e recomendo para quem goste desse tipo de filmeRealmente tem algumas falhas aqui e ali, mas na pior das hipóteses você vai se encontrar no cinema, rindo até a morte da imbecilidade de um personagem.

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud