| Tiago Amorim | ,

A irresistível Trilogia Thrawn

Em 1977, o mundo mudou. Star Wars, a fictícia história de elementos da Sci-Fi misturados á fantasia espacial surge nas telonas, dirigido pelo ilustre George Lucas. Além de Star Wars ser um fenômeno mundial e trazer vários novos conceitos ao cinema, também abriu portas para a chamada Era dos Blockbusters, brinquedos, quadrinhos, roupas, todo o tipo de mercado no momento era centralizado em Star Wars. Em 1980, o segundo filme era lançado só reforçando o sucesso daquela obra e finalmente em 1983, a franquia terminou. Como qualquer elemento da cultura pop do século passado, Star Wars necessitava de uma espécie de continuação e como Timothy Zahn, autor da trilogia Thrawn narra perfeitamente no início do primeiro livro, através de uma simples ligação, Star Wars iria viajar para o universo fictício literário, continuando  O Retorno de Jedi. Toda a trajetória de lançamento do primeiro livro é realmente fantástica, Zahn relata muito bem os medos que a LucasFilm tinha em publicar aquele livro por conta do tempo desde o último filme até aquele momento, além de como escrever Star Wars? Como colocar no papel os sentimentos, os atores e a trilha sonora maravilhosa que sempre ecoa como plano de fundo?  Embora vários obstáculos sempre venham ao caminho, a Lucasfilm em 1991 lançou o novíssimo “Herdeiro do Império” a um preço barato, simples 15 dólares, e então tudo começou novamente.

Herdeiro do Império foi considerado por muito tempo o novo Star Wars, Zahn conta que em livrarias e lojas os livros eram vendidos diretos na caixa, quando viam “STAR WARS” na capa as pessoas compravam rapidamente, crianças viam aqueles filmes em videocassetes e toda a magia do universo de George Lucas estava de volta. O mais notável disso tudo é como Zahn capta o espirito da franquia, é uma dificílima tarefa captar os personagens, seus jeitos de ser e toda aquela formação visual em literatura, mas Zahn faz isso perfeitamente. Seu estilo de escrita é incomparável, além da fluidez e do humor, sua ação é excessivamente contagiante e no fundo de cada palavra podemos ouvir a poderosa trilha sonora de John Williams.

O início da Trilogia se passa cinco anos após a destruição da segunda estrela da morte, Luke finalmente é um Jedi completo, calmo, sereno, profundamente assemelhado a Kenobi e com um sentimento de ter se tornando mais adulto bem forte em toda a escrita, Leia está grávida, mas mesmo assim cuida da Nova República como nenhuma outra, E Han Solo… Bem, ele é o Han Solo, é totalmente contra as leis de Lavoisier, ele nunca vai se transformar. Além de captar toda essa magia dos personagens antigos ele cria temíveis novas figuras, como o principal antagonista e que ostenta o nome da trilogia: O Grão Almirante Thrawn. A Nova República tenta sarar as feridas deixadas pelo Império, mas quem garante que o Império realmente caiu? A Trilogia Thrawn nos transporta para uma continuação totalmente viável, especialmente mágica como os episódios passados e incrivelmente bem escrita por Zahn. A Trilogia conta com três volumes: Herdeiro do Império, A Ascensão da Força Sombria e o Último Comando.

Box lindíssimo da Editora Aleph para a Trilogia Thrawn.

Todos publicados pela Editora Aleph, as edições brasileiras da trilogia são belíssimas e só reforça o trabalho exímio da Editora Aleph, todos com ilustrações belíssimas como capa e um interior reforçado de páginas temáticas à Star Wars e um papel pólen especialmente forrado para a leitura.

Você fã de Star Wars necessita ler A Trilogia, embora não seja obrigatório por conta que pelos novos filmes é taxada de selo Legends foi por muito tempo base para jogos, quadrinhos e diversas mídias, além de ser única e primordialmente chamativa e bem feita, A Trilogia Thrawn não é só mais um reforço de como Star Wars é uma franquia eterna, mas é uma das melhores trilogias de fantasia espacial de todos os tempos.

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud