• Início
  • Notícias
  • 1 Real Recomenda | 4 animes da Amazon Prime para quem gosta do Japão antigo
| Pedro Humberto | | 1 Comentário

1 Real Recomenda | 4 animes da Amazon Prime para quem gosta do Japão antigo

A Amazon Prime chegou recentemente ao brasil e já está fazendo um bom sucesso, provavelmente devido ao seu preço acessível e catálogo. Se você é um assinante que tal nós te ajudarmos a encontrar um bom conteúdo para assistir baseado em um tema?

O Japão tem uma história longa e fascinante, repleta de conflitos e permeada de lendas. E essa lista foi preparada especialmente para aqueles que desejam conhecer um pouco mais das lendas e história da terra do Sol nascente.

Então sem mais delongas fiquem com esta seleção de animes sobre Espadachins e Youkais retirada diretamente da Amazon Prime Video.

Dororo

Dororo no Amazon Prime

A história do anime ocorre no Japão do Período Sengoku. Seu enredo gira ao redor de Dororo, uma criança de rua, e Hyakkimaru, um jovem que ainda bebê teve seus órgãos dados por seu pai em oferenda a 12 demônios (48 na versão original).

Logo após nascer Hyakkimaru foi abandonado sem seus órgãos em um barco, e foi encontrado por um médico e artesão que confeccionava próteses. O homem o criou e lhe deu próteses de madeira em substituição a seus órgãos perdidos (incluindo braços, pernas, orelhas, olhos e até mesmo a própria pele), além de treiná-lo na luta com espada.

Apesar de não ouvir ou enxergar (afinal ele não tem olhos e ouvidos) Hyakkimaru possui a habilidade especial de sentir a aura das coisas e das pessoas, e é através desse dom que ele “Vê” o mundo. Por meio das auras Hyakkimaru consegue identificar amigos e inimigos, e é com essa habilidade que ele vaga pelo Japão enfrentando demônios (ou Ayakashi), pois sempre que derrota um dos demônios a quem foram ofertados seus órgãos ele recupera a parte do seu corpo em questão. E foi em uma dessas “caçadas” que Hyakkimaru encontrou Dororo, que se juntou a ele em sua jornada.

Esta é a segunda adaptação em anime do mangá do lendário Osamu Tesuka. A animação original data de 1969, é em preto e branco e bem mais fiel ao mangá, tendo um traço e histórias mais infantis assim como sua obra de origem.

Pontos positivos:

O anime trouxa muitas modificações em relação ao mangá. Normalmente isso seria algo negativo, mas no caso de Dororo a maioria das mudanças são muito bem vindas. A sobriedade da história, somada a densidade de diversas situações, aproximam o anime de um seinen, ao contrário da obra original que era explicitamente um shounen com um forte apelo cômico.

Toda a paleta de cores, novos designs dos personagens e trilha sonora se encaixam perfeitamente na proposta da narrativa. E a personalidade estoica de Hyakkimaru, o torna um personagem muito mais interessante do que se tinha na obra original.

Pontos negativos:

A Partir da segunda metade (episódio 13 em diante) o anime apresentou uma sensível perda de qualidade na animação, que até então mostrava-se boa nos primeiros 12 episódios.

Onihei

Onihei no amazon prime

Inspirado na longeva obra literária de Shōtarō Ikenami, o anime baseia-se na série de novels Onihei Hankachō, que é extremamente popular no Japão e já ganhou diversas adaptações, que vão de filmes a mangás, série de TV live-action, e mais recentemente em 2017, o anime.

A animação conta a história de Hasegawa Heizō Superintendente Geral da agência de combate a roubos e incêndios, uma espécie de polícia samurai. A série funciona de maneira episódica, onde cada capítulo individual não se liga diretamente a outro, e gira em torno de algum crime investigado por Heizo e seu esquadrão.

Pontos positivos:

A animação é ok, nada espetacular, mas não chega a ser feia também. Todavia não é esse o fator de destaque do anime, e sim a qualidade de cada história individual que ocorre ao redor de Heizō. As pequenas tramas nos apresenta novos personagens interessantes e um dilema moral ao redor de cada crime investigado pela agência de combate a roubos e incêndios.

Pontos negativos:

A falta de continuidade ou trama geral que ligue os episódios pode ser um fator negativo para alguns, já que o enredo pode parecer não ter propósito ou não ir a lugar algum.

InuYasha

InuYasha no Amazon Prime

O anime conta a história de Agome (ou Kagome no original), uma garota de quinze anos que vive com sua mãe e seu avô em um antigo templo xintoista de Tóquio. Um dia, enquanto buscava por seu gato, Buyo, Agome foi puxada por um Youkai mulher-centopeia para dentro de um poço. Ao sair de dentro do reservatório a garota viu-se em uma época diferente, ela havia sido transportada no tempo para o período Sengoku do Japão.

A garota foi encontrada por uma velha chamada Kaede que notou uma estranha semelhança entre Agome e sua falecida Irmã Kikyou. Mais tarde nos é revelado que a menina é a reencarnação da irmã de Kaede, a mesma havia morrido 50 anos antes, após selar um Hanyo (meio Youkai) chamado InuYasha que tentava roubar um poderoso artefato chamado “Joia de Quatro Almas”.

Após uma série de acontecimentos, Agome precisa libertar InuYasha, e ambos acabam incumbidos da missão de encontrar os fragmentos da poderosa joia de quatro almas.

Pontos positivos:

O anime já é um clássico, tem uma dublagem nostálgica e abertura muito marcante. É um Shounen competente com pitadas de romance. E tem uma animação muito fluida.

Pontos negativos:

A versão da Amazon Prime Video carrega as muitas censuras desnecessárias da versão Brasileira. Alguns elementos da história também podem parecer datados nos dias de hoje.

Blade, a Lâmina do imortal

Blade of the immortal no Amzon Prime

Este anime original da Amazon Prime Video é a segunda adaptação do mangá homônimo (Blade of the Immortal no original). A Trama gira ao redor de Manji, um espadachim amaldiçoado com a imortalidade, e Rin Asano, uma garota que teve sua família assassinada e está em busca de vingança.

A história se passa na metade da Era Tokugawa. Manji era um Ronin (samurai sem mestre) que após matar 100 inimigos foi encontrado quase morto por uma monge. Esta salvou sua vida e lhe concedeu o “dom” da imortalidade, entretanto o espadachim desejava a morte, e para reaver sua mortalidade ele deve matar um determinado número de “pessoas más”.

Rin ouviu histórias sobre os feitos de Manji e o contratou como seu yojimbo (guarda costas) para auxilia-la em sua trama de vingança contra aqueles que assassinaram sua família.

Pontos positivos:

O Anime tem uma atmosfera melancólica muito envolvente, a dupla de personagens principais é carismática (dando destaque a personalidade de Manji) e tem uma relação convincente.

A trilha sonora e direção de arte em geral cumprem um excelente papel no quesito imersão do telespectador.

Pontos negativos:

            É quase consenso geral entre os fãs de que o mangá é superior ao anime, desenvolvendo a história de maneira bem melhor que sua adaptação. Além de tudo a animação tem um ritmo monótono, que pode desagradar e torna-se chato para boa parte do público.

Bônus: Samurai X

Samurai X (ou Rurouni Kenshin no original) conta a história de Kenshin, um espadachim errante com um passado sombrio que usa uma espada invertida e se recusa a matar.

A história de Kenshin está intimamente ligada com a real história do Japão na era Meji e apresenta vários personagens e acontecimentos reais ou inspirados em fatos.

Talvez agora você esteja pensando: “Mas Não tem Samurai X disponível no catálogo da Amazon Prime Video!” E está correto em partes, o anime realmente não se encontra disponível na Amazon Prime, entretanto os três filmes em live-action da franquia estão lá para serem apreciados.

Pontos positivos:

E talvez agora você esteja pensando: “Live Action de Anime? Tem como isso ser bom?” E a resposta é: Sim! A trilogia samurai X é considerado uma das melhores adaptações de anime para live-action (não que a concorrência seja muito boa). Os filmes contêm uma ótima coreografia e cenas de ação, além de uma ambientação, figurino e direção primorosos, capazes de realmente transportar para a era Meji.

rurouni kenshin no Amazon Prime video

Pontos negativos:           

A trilogia não chega a ser perfeita, pois como quase toda adaptação essa também apresenta alguns tropeços em relação a obra original. Alguns personagens e situações são fundidos ou modificados para se adaptarem a história, como é o caso de Jin-e. O roteiro também precisou ser apressado em vários momentos, para comprimir a história de um mangá tão extenso em 3 filmes, no primeiro filme isso não foi tão perceptível, pois ele adapta muito bem o primeiro arco, entretanto quando a história se aproxima de Shishio muitos coisas acabam sendo engolidas, como o confronto contra os Jupongatana.

No geral a trilogia ainda é uma ótima adaptação e vale a pena ser assistida, e se preparem, pois já foram anunciados mais dois filmes, e seu lançamento está próximo!

Para mais indicações fique atento ao nosso site e redes sociais. E não esqueça de seguir o 1 Real no Twitter e Instagram!

1 Real a Hora

Encontre Sua Trilha No Mundo Nerd!
1 Real a Hora - 2020 | Desenvolvido por Vedrak | Mantido online e operante em parceria com a Nixem Cloud