Governos pedem que a Netflix limite o streaming em HD

0

A União Europeia pediu a Netflix e que outras plataformas de streaming diminuíssem a qualidade para que não sobrecarregasse a internet dos países.

Em toda está pandemia de coronavírus, a Europa é a que possui um dos mais graves cenários. A União Europeia pediu à Netflix e outras plataformas de streaming elas ajudassem a garantir o acesso à internet da população.

Com centenas de países paralisados em lockdown para combater a propagação do vírus, centenas de milhões de pessoas estão trabalhando em casa, autoridades da União Europeia estão preocupadas com a enorme pressão sobre a capacidade de banda de internet.

“Devido aos desafios extraordinários criados pelo coronavírus, a Netflix decidiu começar a reduzir a taxa de bits em todas as nossas transmissões na Europa”, informou a empresa à publicação.

Segundo apurou a CNN Business, Netflix e o Google juntos representam quase 25% dos dados transmitidos pela internet.

O comissário europeu responsável pelo mercado interno da União Eurpéia, Thierry Breton, havia informado na noite desta quarta (18), pelas redes sociais, teria conversado com Reed Hastings, CEO da Netflix.

No tweet, Breton incentivou as pessoas e as empresas a mudar para a definição padrão quando a alta definição não for necessária” para garantir o acesso à internet para todos.

“Para garantir o acesso à internet para todos, vamos mudar para a definição padrão quando o HD não for necessário”, disse o comissário em relação à qualidade de exibição dos filmes e séries da Netflix.

Ao fazer transmissões com qualidade mais baixa, o uso de internet é menor e, consequentemente, isso contribui para uma diminuição no uso de dados, sem sobrecarregar o sistema.

Para mais notícias de como o coronavirus está atrapalhando a nossa vida, siga o 1 Real a Hora no Facebook e no Instagram!

(Via: Folha, Infomoney)