Publisher Theme
I’m a gamer, always have been.

A Gente Se Vê Ontem, o tempo e seu inevitável sistema| Review

0

Dirigido por Stefon Bristol e com o toque da produção de Spike Lee (diretor de Infiltrado Na Klan) o longa funciona como um retrato duro e real sobre o racismo constitucional, usufruindo de sua fantasia sci fi não só para entreter, mas também para propor uma reflexão sobre os assuntos.

A gente se vê ontem, o tempo e seu inevitável sistema| review

Claudette ‘CJ’ e Sebastian

A dupla de jovens protagonistas ,Claudette ‘CJ’ (Eden Duncan-Smith) e Sebastian (Danté Crichlow), entregam uma atuação condizente com seus papéis, trazendo uma dinâmica divertida e envolvente de se assistir que funciona durante toda a narrativa, CJ com sua personalidade impulsiva carrega muitos dos acontecimentos do roteiro, já Sebastian é o polo mais analista dentre os dois. Os demais personagens servem para enriquecer a trama, um dos mais destacáveis aqui é o irmão de CJ (Brian Vaughn Bradley, mais conhecido como o rapper Stro) que é o ponto de início para os conflitos do roteiro, e que entrega um jovem que carrega os pesos de suas responsabilidades, mas sendo carinhoso e amigável quando precisa.

Sua viagem no tempo é bem construída e compreensível, a partir de convenções do subgênero cria suas próprias regras simples e coerentes, o que foi feito também para funcionar como uma interpretação social da luta contra os preconceitos (principalmente raciais) do sistema em que vivemos. É daí que parte a conclusão do longa, que pode ser questionável para alguns, e que de fato enfraquece a trama básica. O ritmo do longa é agradável e nos mantém entretidos durante todas as viagens no tempo e situações onde já sabemos o que pode acontecer, em meio ao Brooklyn retratado com sua diversidade racial e a realidade de seu dia a dia. Seu design de produção é colorido e fantasioso, com os apetrechos tecnológicos usados pelos jovens bem característicos de suas próprias personalidades.

O longa também aproveita para prestar homenagem a outras obras do subgênero de viagem no tempo, preservando seu legado (gostaria de ressaltar aqui a participação de um ator em específico que foi muito legal, mas acho que a surpresa assim como foi para mim é mais legal).

O filme está está disponível para assinantes da Netflix.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More