Anúncio Publicitário

Diretor de The Last of Us Part 2 diz que jogo será “divisivo”

De acordo com o diretor criativo de The Last of Us Part 2, Neil Druckmann, o exclusivo game para PS4 e ps5 será “divisivo”, mas “de uma maneira emocionante”.

Embora o primeiro jogo, lançado em 2013, tenha sido universalmente elogiado, parece que sua sequência pode não conseguir o mesmo feito, ou pelo menos sua narrativa está assumindo mais riscos que podem causar divisão entre os jogadores.

De acordo com Druckmann, ao entrar no jogo, havia um medo de que a equipe estragasse tudo e perdesse o que tornava o primeiro jogo – amplamente considerado um dos melhores jogos de todos os tempos.

No entanto, o diretor criativo acha que ele e sua equipe criaram uma história que dará aos jogadores o mesmo tipo de sentimento que a narrativa do primeiro jogo trouxe.

“Sempre existe o medo de que, quando você criar algo ótimo, e faz uma sequência, acabe por estragar tudo. O teste para nós foi que podemos criar uma história que possa, por si só, ser significativa e ter peso.

O mesmo sentimento que tivemos quando criamos a história pela primeira vez. Mas agora é parte dois, então tem que ter algo a mais.”

 The Last of Us Part 2 está prestes a ser lançado mundialmente em 16 de junho de 2020 apenas para PS4.

“Cinco anos após sua perigosa jornada pelos Estados Unidos pós-pandemia, Ellie e Joel se estabeleceram em Jackson, Wyoming.

Viver em uma comunidade próspera de sobreviventes lhes permitiu paz e estabilidade, apesar da constante ameaça dos infectados e outros, sobreviventes mais desesperados.

Quando um evento violento interrompe essa paz, Ellie embarca em uma jornada implacável para fazer justiça e encontrar um fim para sua história. Enquanto persegue os responsáveis ​​um a um, ela é confrontada com as devastadoras repercussões físicas e emocionais de suas ações “.