Anúncio Publicitário

Chicago Board Game Cafe: Restaurante & Jogos de Tabuleiro

Gostaria de comer bem enquanto usufrui de belos jogos de tabuleiro?

Chicago Board Game Cafe, aberto pelo co-criador do jogo “Cards Against Humanity“; ele sempre esteve na linha de frente de um enorme renascimento nos jogos de mesa, apostou esse sucesso em um próspero espaço para Coworking e eventos em Chicago. Mas por que ele resolveu abrir este restaurante? Nós da 1 Real A Hora iremos dizer para vocês.

Max Temkin dizia que um lugar para boa comida e grandes jogos de mesa reunidos sob o mesmo teto era algo que ele achava que a cidade merecia.

“Você vai a convenções […] e eles têm esses espaços incríveis onde as pessoas vão abrir novos jogos”, disse Temkin durante uma recente entrevista por telefone à Polygon. “Eles aprendem a jogar, e há designers de jogos e testadores, e eu pensei que deveria haver uma versão realmente de classe mundial em Chicago“.

Na visão de Temkin, tudo parece estar se saindo bastante bem. Foi encontrado clientes frequentes neste lugar aconchegante, saboreando coquetéis especiais e comendo uma ótima variedade de pratos vietnamitas, espanhóis e mediterrâneos. Nas mesas entre eles, haviam dezenas de jogos de tabuleiro diferentes e uma equipe ansiosa para ensinar como jogar para às pessoas.

Gostaria de poder dizer que temos um programa de anúncios no Facebook de US $ 2 milhões, mas não o temos”, disse Temkin. “Acabamos de fazer uma coisa legal, e espero que dê certo.”

O tempo dirá se a ideia continua; Temkin diz que está confiando principalmente no boca a boca.

A Comida

A popularidade pessoal de Temkin em Chicago se espalhou pelo próspero setor de restaurantes da cidade, que se estende muito além das pizzas e cachorros-quentes. Entre os admiradores de Temkin está Nick Kokonas, o empresário por trás do Tock, um portal de reservas de restaurantes on-line que é um concorrente do OpenTable. Ele também é co-fundador do Alinea Group, que inclui o Alinea – o único restaurante de Chicago com uma classificação de três estrelas Michelin.

Tudo isso apenas para dizer que o Temkin está totalmente conectado ao mundo dos restaurantes. Para funcionar este empreendimento, ele se encheu de experiência. E ele precisará disso, porque administrar um restaurante é um esforço desgastante e desafiador, tanto mental quanto fisicamente.

Entre Aaron McKay, o chef executivo do café e o parceiro de negócios de Temkin. Os restaurantes são empresas de baixa margem, especialmente com a super saturação no mercado ditas por especialistas do setor. Adicionar um elemento de jogo não é exatamente um benefício financeiro, ou os grandes grupos de restaurantes de Chicago já teriam adotado a ideia. O Chicago Board Game Cafe é o terceiro restaurante de serviço completo da cidade que apresenta jogos de tabuleiro e, certamente, aquele com o menu mais sofisticado.

“Ainda estou me convencendo de que isso é uma boa idéia”, disse McKay.

A experiência de trabalho mais promissora do chef foi no Schwa, um restaurante requintado em Chicago com uma estrela Michelin. O apelo que Schwa faz, em partes, vem de uma ética punk-rock em que não há regras. Os chefs são os garçons; não há garçons. Esse tipo de irreverência fez de McKay uma boa opção para o projeto não-ortodoxo de Temkin.

McKay se propôs a criar um menu diversificado com comidas de rua para que os clientes pudessem apreciar sem desviar a atenção dos jogos. Carne seca do estilo tailandês é marinado com molho de peixe, proporcionando um combinação deliciosa.

Bun cha, um prato vietnamita que presta uma homenagem ao falecido Anthony Bourdain, que passou um episódio de No Reservations jantar com o presidente Obama em Hanói. A pele crocante de frango é um complemento ideal para o macarrão de arroz. Para um sabor mais apetitoso, delicie-se com o lombo de costela fatiado. A carne é saborosa por si só, mas com uma variedade de molhos, incluindo chimichurri, dão ao prato outra camada de profundidade eufórica.

Há uma piada com a equipe do café os clientes estão esperando um cardápio repleto de petiscos e sanduíches, dizem que os fãs de jogos de tabuleiro são de alguma forma desleixados e não conseguem lidar com uma refeição para adultos. Essa não é a filosofia de McKay, pois ele adotou o motivo do café, misturando sabores internacionais. É acessível para clientes que não procuram uma experiência gastronômica sofisticada, mas o menu também oferece curvas o suficiente para atrair a atenção de clientes exigentes.

“Você não precisa se emburrecer, não é necessário torná-lo o menor denominador comum.” disse McKay.

Os clientes irão entrar e se sentir em um restaurante temático. Mas não exagerado como um Planet Hollywood ou o Rainforest Cafe. O espaço foi projetado para parecer que os clientes estavam viajando para fora dos EUA, para uma praça ao ar livre na Espanha ou no Vietnã, um local de encontro para amigos.

O espaço para refeições é dividido em duas seções. A sala dos fundos, chamada de “Mead Hall”, tem um tema medieval e sempre está cheia. A sala de jantar principal é cercada por assentos ao ar livre, em estilo de café, muito mais confortáveis ​​do que parecem.

O espaço é um antigo banco e, portanto, o cofre foi reapropriado como biblioteca de jogos. Há luzes penduradas nos postes de rua falsos. Temkin disse que grande parte do design da iluminação foi inspirada nos parques temáticos da Disney, principalmente na atração World Showcase do Epcot.

Todo o restaurante parece um cenário de teatro sofisticado, o que parece ser outra inspiração da Disney. O piso é de ladrilhos, que se parecem com paralelepípedos. O espaço está cheio de folhagem falsa. É uma praça da cidade em miniatura com uma barra gigante em forma de quadrado no meio.

O porão abriga quatro salas de jantar privadas, cada uma decorada com um tema (um escritório assombrado, por exemplo). Eles ainda não estão disponíveis para aluguel, mas McKay promete menus especiais para festas e outros eventos particulares. Ele está trabalhando em um curry vermelho com rabo de boi para a ocasião certa.

As várias fontes de luz realizam uma série de tarefas. Eles reduzem o cansaço visual dos jogos, definem o ambiente e ajudam os Instagrammers. Este último se tornou cada vez mais importante para o marketing de restaurantes. Os clientes em potencial estão olhando para as mídias sociais para ajudá-los a decidir onde gastar seu dinheiro para refeições. Fotos escuras e borradas não ajudam.

O serviço é atencioso, da mesma forma que os funcionários da Disney garantem que os clientes saibam que estão no lugar mais feliz do mundo. Um funcionário atenderá às necessidades de uma mesa e acompanhará estrategicamente a chegada dos pratos, para que eles não interrompam as sessões de jogo. Alguns podem achar o sistema de serviço confuso, pois também há um membro da equipe separado que se concentra nos jogos.

Esses concierges de jogos não recebem uma parte das gorjetas dos clientes. Em vez disso, eles obtêm uma porcentagem das vendas de jogos na loja, disse McKay.

Chicago tem outros dois cafés de jogos de tabuleiro. O Bonus Round Game Cafe que foi inaugurado em março de 2018, enquanto o Relo’s Board Game & Dessert Cafe em meados de 2019. McKay viu outros cafés em Seattle e Toronto. O Chicago Board Game Cafe não é o primeiro, mas McKay acredita que eles têm algo especial.

“Definitivamente, não estamos inventando nada de novo”, disse McKay. “Mas estamos avançando um pouco mais do que no passado.”

Os Jogos

Colocar comida nas mesas é realmente apenas um dos muitos desafios para a equipe do Chicago Board Game Cafe. Outra grande parte do desafio é encontrar os jogos certos para combinar com uma ótima refeição. Começa com uma pequena lista intitulada “Games on Tap“, que é apresentada na mesa como uma lista de vinhos.

O co-fundador e diretor de jogos de tabuleiro e varejo Eric Garneau diz que parte realmente difícil foi encontrar jogos que se encaixassem bem neste ambiente de refeições.

“Enquanto gastamos no design do espaço, também gastamos para descobrir qual deveria ser o nosso programa de jogos de tabuleiro”, explicou Garneau durante uma entrevista . “Ele precisa ser acessível – aprendível em cinco a dez minutos; tem que ter uma pegada pequena para que você possa comer ao seu redor; e tem que ser esteticamente atraente e não codificado por nerds. “

Grande parte do sucesso do restaurante dependerá de funcionários como Bretzlaff, pessoas que conhecem todos os jogos da enorme biblioteca do café. O Chicago Board Game Cafe possui uma coleção de cerca de 500 jogos de tabuleiro. Você precisa de pessoas que sejam atenciosas, mas não autoritárias. É por isso que Garneau e sua equipe gastaram muito tempo selecionando funcionários para suas funções.

Obviamente, Garneau também ajuda o diretor de eventos da Chicago Playtest Society. Seus pop-ups semi-secretos trouxeram jogos de tabuleiro para locais improváveis ​​em toda a cidade, desde o Museu de História Natural até a Biblioteca Harold Washington.

“Eric é uma figura amada no cenário dos jogos de Chicago”, disse Temkin, “porque ele é um embaixador tão amigável e inclusivo e acolhedor da mesa, da cultura nerd e de todas essas coisas que eu realmente gosto. De modo que, para mim, é o coração disso. Contratamos essa grande pessoa e, em seguida, Eric passou literalmente anos construindo esta comunidade […] tentando encontrar as pessoas certas e criando todos esses procedimentos, etiqueta e métodos para ensinar jogos para as pessoas. ”

É claro que nem todos os jogos de tabuleiro são tão rápidos quanto o Nine Tiles Panic, que é finalizado em 15 minutos. O Vault – uma sala greco-romana estilizada em um lado da grande área de jantar principal onde a coleção do café está em exibição – inclui alguns títulos que consomem muito tempo.

E se os convidados quiserem dedicar quatro ou cinco horas ao carro-chefe da Fantasy Flight Games, Twilight Imperium, ou à simulação submarina de mundo aberto U-Boot: The Game da Phalanx Games? Para essas situações, é recomendável que os convidados liguem com antecedência para discutir seus planos ou esperem para reservar uma das salas de jogos temáticas e privadas que serão abertas ainda este ano.

Além da diversão, duas salas de fuga, produzidas em parceria com o The House Theatre of Chicago. Primeiro, intitulado The Last Defender, coloca os jogadores no papel de especialistas em armas nucleares em uma corrida contra o tempo para salvar a cidade e o mundo da aniquilação total. A aventura de 90 minutos pode ser aproveitada para uma refeição ou reservada à la carte. A segunda sala de fuga, intitulada Nova to Lodestar, é uma aventura espacial que será inaugurada em breve.

O Caminho Até Aqui

A era de ouro dos restaurantes temáticos já passou, com um Rainforest Cafe local dando seus últimos suspiros e nomes como Planet Hollywood e ESPN Zone servindo como lembranças desbotadas. Aqui, o Chicago Board Game Cafe apresenta uma evolução do conceito e, desde o início, faz muito bem entre a comida, os jogos de tabuleiro e as salas de fuga. O espaço é convidativo e a equipe é prestativa, mas é difícil não ter a impressão de que a equipe está jogando na parede e vendo como fica.

Durante uma entrevista, Temkin confirmou que a equipe estava lançando uma ampla rede. Mas, ele disse, o objetivo é entregar em excesso em todas as frentes. O próximo passo, disse Garneau, é organizar um calendário de eventos para manter as pessoas voltando para mais. Ele já está em contato com desenvolvedores e editores de jogos para noites e aquisições temáticas no futuro.

Sobreviver ao competitivo negócio de restaurantes será difícil. Mas o Chicago Board Game Cafe se colocou em um território único, onde seu sucesso não se baseia apenas na qualidade de seus alimentos. Para McKay, o sucesso será medido pelo impacto que o local tem na comunidade ao redor, “subsidiar a realização de eventos realmente legais, trabalhar com parceiros de caridade, promover políticas políticas nas quais acreditamos”.

Esses cafés parecem estar satisfazendo a demanda e utilizando o momento certo para decolar. Mas nenhum café tem o apoio da Cards Against Humanity. Esse apoio poderia levar o Chicago Board Game Cafe a um novo território, onde poderia se tornar um ponto de partida para os bairros em expansão de Bucktown e Logan Square da cidade. Mas Chicago poderia ser apenas o começo.

“Sim, se tudo correr bem aqui, vocês verão eu e meus amigos em Nova York”, disse McKay.

(Via: Polygon)

Para mais informações sobre o mundo dos jogos em lugares um pouco inusitados, siga o 1 Real a Hora no Facebook e no Instagram!