Anúncio Publicitário

Watchmen não deverá ganhar uma segunda temporada, Damon Lindelof explica o porquê

Com seu nono episódio “See How They Fly” a série chegou ao final de sua primeira temporada neste último domingo (15) e, ao que tudo indica, este será o fim da série da HBO.

Enquanto dava uma entrevista para a EW, Damon falou sobre como tem sido consistente sobre suas ideias e o design da série.

Esta é uma carta de amor e uma análise das HQs originais de Watchmen… Eu queria que todos soubessem que esse não é o meio de uma trilogia e que esse não é o começo de uma série de sete temporadas.

Lindelof complementou dizendo que não irá repetir o que aconteceu com Lost e fazer os fãs começarem a gostar de Watchmen sem que eles imaginem o tamanho da série

Para ele, o mundo criado por Dave Gibbons e Alan Moore deve existir em produções novamente, mesmo que sem os mesmos personagens ou histórias apresentadas até então.

Quando conversei pela primeira vez com a HBO sobre Watchmen, usei True Detective e Fargo de exemplos. True Detective é uma franquia, tem o seu próprio tom e sentimento. Precisa ter Matthew McConaughey e Woody Harrelson para se chamar True Detective? E eu diria que, por mais que eu goste do que o roteirista escreveu, True Detective nem precisa ser escrito por Nic ou dirigido por Cary Fukunaga. É maior que isso. E quando ouvi pela primeira vez sobre a série Fargo, que os irmãos Coen não estavam realmente envolvidos e que ia ser uma produção de Noah Hawley, eu fiquei tipo, ‘Como isso vai ser bom? Como isso parecerá o Fargo original?’. E eis que é exatamente o que era.

Com isso, o Showrunner justificou que não fazer a segunda temporada de Watchmen não é a mesma coisa de terminar a exploração deste universo.

A série atualmente já está finalizada e todos os capítulos estão disponíveis na plataforma de streaming HBO Go.