Anúncio Publicitário

Estudante que morreu ao enfrentar atirador nos EUA é homenageado em livro de Star Wars

O estudante Riley Howell, lembrado como herói pelas suas ações durante o tiroteio ocorrido em 30 de abril desse ano no campus da Universidade da Carolina do Norte (UNCC), acaba de ser imortalizado no cânone de Star Wars como um mestre Jedi. Howell foi uma das duas vítimas fatais do massacre que deixou outros quatro jovens feridos, e seu sacrifício ao enfrentar o atirador evitou que houvessem mais mortes durante o ocorrido.

De acordo com o The Guardian, a produtora Lucasfilm tomou conhecimento do heroísmo do estudante e do fato de ele ser um grande fã da franquia Star Wars, e então decidiu por homenageá-lo no dicionário visual de A Ascensão Skywalker, o filme mais recente da série.

star wars
Riley Howell e sua namorada

Em uma carta enviada à família de Howell no mês de maio, a equipe de relações públicas da produtora expressa seus pêsames e anuncia intenções de homenagear o jovem. “A coragem e o altruísmo de Riley trazem à tona o Jedi dentro de todos nós,” escreve Lucas Seastrom. “Esperamos que vocês possam regozijar-se em sua memória, e nós nos juntaremos a vocês para honrar sua vida e seu exemplo.

“Como um pequeno tributo, nosso Story Group (equipe responsável por manter a consistência do cânone da saga) incorporou uma recriação do nome de Riley como um personagem na galáxia de Star Wars.”

A homenagem consiste em um verbete de 66 palavras no dicionário visual supracitado referente ao “mestre Jedi e historiador” Ri-Lee Howell, creditado como responsável pela descoberta de “muitos dos relatos mais primitivos de exploração e codificação d’A Força”.

Tal menção foi bastante apreciada pela família e demais pessoas próximas de Riley, que unanimemente acreditam que o heroísmo do jovem e a devoção que ele tinha pela franquia tornam sua inclusão como “Jedi historiador” um encaixe perfeito.