Anúncio Publicitário

Yo-Kai Watch | crítica

Hoje vim falar de um mangá que a Panini lançou no final do ano passado, o Yo-Kai Watch.

Esse mangá é uma adaptação da franquia de RPG eletrônicos do mesmo nome, como podemos ver no trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=tj4rOZjN2cA

Não joguei, mas parece bem legal!
Além disso, essa franquia fez tanto sucesso que rendeu uma série animada e 2 longa metragens!

Um dia um garoto chamado Nate se depara com uma máquina de gashapon(máquina de brindes surpresas) ao lado de uma árvore sagrada. Quando ele abre uma das cápsulas, aparece um youkai chamado Whisper, que dá  a ele um dispositivo conhecido como Yo-kai Watch. Ao ativar o “relógio”, Nate é capaz de identificar e enxergar diferentes tipos de youkais que estão assombrando as pessoas e causando todo tipo de prejuízo. Ao se deparar com as possibilidades do uso do dispositivo, o garoto sai resolvendo vários problemas relacionados com youkais, além de fazer amizade com os mesmo, como é o caso do gato Jibanyan.

Li os 2 primeiros volumes desse mangá e adorei!!
Quando comecei a ler confesso que senti que não ia gostar, mas o mangá se mostrou bem divertido! possui histórias bem humoradas e sempre com uma lição no final de cada aventura! Por ser um produto com o publico infantil como alvo, não trabalha nem um tema pesado, mas em compensação trabalha a comédia de uma forma que diverte qualquer idade!
Recomendo essa leitura pra qualquer criança, pois sempre rola um aprendizado por parte do protagonista a medida que ele se depara com os Youkais!

 

Série mensal.

Em andamento no Japão com 11 volumes.

Formato 13,7×20 cm.

104 páginas.

 

Nota 9/10

Yo-Kai Watch pode ser adquirido pelo site da Panini ou qualquer banca ou livraria especializada.