Uma mulher na Flórida de 20 anos se apaixonou por Tetris, e não, Tetris não é um nome indiano estranho, é o jogo mesmo. A moça, que chama Noorul Mahjabeen Hassan, diz que irá casar com o jogo assim que acabar os estudos, e vai até ter festa de casamento, amigos e família inclusos.

Hassan disse para o jornal inglês Metro que o amor começou em setembro de 2017, quando ela escutou a música tema de Tetris e entendeu que se tratava de perfeição e estimulava a mente

“Tudo começou quando eu estava jogando esse jogo chamado Smash Run e escutei a música tema de Tetris e gostei bastante.Toda vez que eu escutava aquilo eu queria jogar Tetris. Tudo que eu queria era jogar este jogo e eu simplesmente não parava de pensar “Eu quero jogar Tetris”. Eu acho que Tetris é tão bonito, ele é sobre perfeição e estimula nossas mentes.”

Ela já teve relacionamentos com outros Videogames e até com um cubo do Portal, uma calculadora chamada Pierre (que aparece no banner do post) e um Osciloscópio chamado de Braxton. Ela inclusive levou “o Pierre” pro baile de formatura

Ela descobriu sobre o relacionamento (inclusive relações sexuais) com objetos inanimados após ler sobre o caso de Erika Eiffel, a mulher que se casou e divorciou da torre Eiffel

O Osciloscópio chamado Braxton

“Na época em que eu me apaixonei pelo Pierre eu tive uma forte atração pela matemática e um fetiche por geometria. Fiquei obcecada.”

“Eu adorava tocar seus botões e com o tempo comecei a adorar passar meu dedo e usei minha língua para tocar os botões”, comenta Hassan sobre o relacionamento com Pierre.

Hassan diz que quer provar seu amor ao cartucho de Tetris fazendo desse relacionamento algo permanente. Ela diz que, após o casamento, se chamará de Sra. Tetris.