Caveira Vermelha: Encarnado é uma das melhores HQs da Marvel que eu já li, além de ter um traço belíssimo a história é envolvente de uma maneira fantástica e única, eu particularmente me senti vivendo na época do nazismo, eu sentia como se eu realmente estivesse ali vendo tudo o que estava acontecendo.

A história tem em seu foco os dois meninos Johan e Dieter, os dois vivem em um orfanato onde são mal tratados e sofrem por vários tipos de torturas, Dieter é o mais “sensível” e não suporta machucar as pessoas, já Johan é totalmente oposto, um menino egoísta e que faria qualquer coisa para ter o que deseja.

Sem spoilar muita coisa eu apenas posso dizer que o final dessa história é algo surpreendente e chocante ao mesmo tempo. Eu não conhecia muito bem o trabalho do Greg Pak mas me interessei bastante depois dessa leitura, fiquei fascinada com o jeito em que ele mostrou o nazismo e o tão controverso Hitler. Caveira Vermelha: Encarnado possui 4 volumes, infelizmente eu apenas tive acesso ao primeiro que é o início dessa jornada do tão temido Caveira Vermelha.

 

Caveira Vermelha: Encarnado em cinco palavras:  Sobrevivência, Amizade, Sangue, Egoísmo e Poder.

 

Nota: 9

 

Você pode comprar a HQ aqui