Navegando pela internet nos dias de hoje, não é difícil se deparar com o tema super-heróis. O gênero vem se popularizando nos últimos anos devido aos vários filmes já feitos e que estão por vir. Essa popularização em geral é ótima para o gênero, pois apresenta para um novo público o tema. Mas o que eu queria discutir nesse artigo não é a popularização dos super-heróis, e sim algo que tenho visto recentemente, principalmente no Facebook, que é um ódio pelas figuras dos “super-heróis clássicos”, encarnado principalmente na figura do Superman, que usarei aqui nesse texto pra discorrer minha opinião.

Em muitas páginas, a maioria delas grandes, é comum ver nos comentários algo do tipo “Superman é um lixo”. Na curiosidade, abro as respostas a esse tipo de comentários e sempre acabo me deparando com “porque ele é muito “certinho” ou pior, “porque ele não é da zoeira”. Ao ler comentários desse tipo, sempre me faço a seguinte reflexão: Por que será que ele pensa assim? Será que realmente ser certinho estar errado?

Acho que uma explicação sucinta seria dizer que esse novo público, em sua maioria, desconhecedores de quadrinhos ou outras adaptações, acabaram se acostumando com a figura de um “herói despreocupado”, ou anti-herói, popularizada principalmente pelo Homem de Ferro do Robert Downey Jr. Aquele que, por interesses próprios, acaba salvando o dia. Parece que para esse novo público, ser herói pelo simples fato de ser bom não funciona mais. Em consequência, o maior ícone dos quadrinhos, aquele que carrega em si a simbologia do que é ser um verdadeiro herói, popularmente falando, aquele que carrega consigo o título de Escoteiro, acaba sendo o principal alvo desse tipo de pensamento.

A própria DC acabou ajudando nesse tipo de pensamento, quando apresentaram ao público versões do Superman deturpando a figura do escoteiro, como por exemplo o Superman psicopata do Injustice, que devido ao que foi mencionado anteriormente, acaba fazendo mais sucesso com esse público que veio dos filmes em busca de algo para ler, e acabaram achando essas histórias.

Em O Homem de Aço, houve um pouco dessa visão mal construída do que é o Superman. Evidente nos momentos em que  Kal-El parece não se importar com o seu redor e acabar deixando acontecer coisas que o Superman, em sua concepção clássica, não deixaria. O que felizmente acabou sendo corrigido em Batman v Superman: A Origem da Justiça

Claro que, esses fatos não chegam a ser um problema, pois cada um tem sua img_0259opinião e é direito de alguém não gostar do tipo escoteiro. Mas quando se analisa pela ótica de fã de quadrinhos e principalmente do Superman, é ruim pensar que tudo que ele representa acaba sendo considerado ruim, só pelos simples fato de não se adequar aos pensamentos individuais de certas pessoas.

Um super-herói é mais que isso. Principalmente o Superman. O Superman é mais do que um personagem para se gostar. O Superman é um personagem para se inspirar. Ele é o tipo de personagem que mesmo sendo ficcional, consegue inspirar alegria, esperança, paz. O “Escoteiro” é o tipo de super-herói que todos deveriam se inspirar para buscar um mundo melhor.

 

Ubirajara Júnior

Ubirajara Júnior

Estudante de TI. Viciados em jogos e na temática de super heróis. Amante de Heavy Metal. E, é só isso pessoal
Ubirajara Júnior