Análise do Segundo Trailer de Animais Fantásticos e onde Habitam

Neste domingo (10 de Abril) durante o MTV Movie Awards, foi apresentado ao público o mais novo teaser do filme, e caso você ainda não tenha visto (ou não se importa de assistir mais umas mil vezes), pode acessar o link para o vídeo legendado abaixo:
Animais Fantásticos e Onde Habitam – Trailer Teaser (leg) [HD]
Esclarecendo antes de tudo que essa história se passa em Nova York, 1926, ou seja 70 anos antes dos acontecimentos da série de Harry Potter.

Okay, vamos à analise, o vídeo já começa matando todo mundo do coração com aquele logo tão amado da Warner aparatando na tela, e uma trilha sonora que, particularmente, me deu arrepios em todas as 674.998 vezes que eu assisti.
A primeira cena mostra o Newt Scamander sentado no banco de um navio, provavelmente o que levou ele de Londres até Nova York; e temos uma narração de fundo com uma voz bem parecida à do Colin Farell que interpreta Percival Graves, um auror norte-americano, que nos leva a crer que seja deste, a voz – para todos os fins e o desenvolvimento da crítica, vamos assumir que seja. A próxima cena, ainda com o Newt no barco, nós vemos a paisagem de Nova York nos anos 20 (novamente, a história se passa em 1926), e a narração segue, logo após saem patas pequenas de dentro das vestes de Scamander, que parecem ser patinhas de Pelúcio, um dos animais que ele possui.

A seguir temos um ambiente fechado que lembra uma cabana ou as estufas de herbologia de hogwarts e há teorias de que seja uma cena dentro da maleta no Newt. Peço atenção especial para o livro sobre a cadeira do canto superior da cena, cuja capa é bem parecida à edição publicada de Animais Fantásticos e Onde Habitam (aquele vermelhinho que veio todo rabiscado pelo nosso querido trio), e para a presença do Jacob, que é um no-maj (estou bem ansiosa pela tradução desse novo termo, talvez Sem-Magí?), e um dos quatro principais personagens. Ainda na cena, a narração sobreposta de Graves segue com uma fala bem marcante, onde cita Hogwarts. Mas também nessa fala vemos a primeira divergência de fatos: Graves diz que Scamander foi expulso de Hogwarts por colocar uma vida humana em risco com suas criaturas, mas naquele mesmo livro vermelho de Animais Fantásticos e Onde Habitam é dito que Newt concluiu Hogwarts, não sabemos o motivo da alteração, então criem suas teorias. De qualquer forma, essa descrição me lembrou Hagrid que também foi expulso por causa de um animal.91WjGu9-YDL.SL720

Durante as falas do Gaves sobre a suposta expulsão de Newt vemos finalmente os quatro protagonistas juntos, a Porpentina “Tina” Goldstein na frente, Newt logo atrás e ao fundo temos o Jacob e a Queenie Goldstein, irmã de Tina, e as garrafas no canto dão a entender que eles estão entrando em um bar, um lugar escondido provavelmente de bruxos como o Caldeirão Furado. Seguida pela cena de algum tipo de cartório ou banco Troux… “No-Maj” onde Scamander parece assustado com alguma coisa bem atrás dele, façam mais teorias.
A próxima cena se passa na chegada do navio à Nova York, o mesmo do início, e pausem. Por favor. Graves acabou de citar Dumbledore e ainda que Newt era um aluno querido do nosso futuro diretor – Professor D. sabe escolher, só se afeiçoa pelos protagonistas…. Será que ele dava pontos para a Lufa-lufa nessa época? Fica o questionamento.

Como se já não bastasse esse tiro, vamos dar play e continuar, no que parece algo como a alfândega ou um setor para imigrantes e durante o “interrogatório” do fiscal a maleta mágica destrava, o que dá indícios do que pode ter acontecido no decorrer da história (Foi dito a tempos que algumas criaturas fogem da maleta, inclusive a cena final do primeiro trailer relembra isso), então o Newt entrega sua maleta para o fiscal, mas não sem antes mudar a trava para “Digno de Trouxas” (Sim, trouxas, hahaha). E é uma cena bem engraçada, pois o guarda pergunta a ele se há algo comestível ou vivo na maleta e ele nega ambos de uma forma meio hesitante, e quando o fiscal abre a maleta… BAM! Outro tiro. Alem dos pertences muito característicos de um explorador, como a bússola, a lupa, luvas de couro, um mapa, o binóculo, está lá, em destaque um cachecol da Lufa-lufa bem velho, mas definitivamente da Lufa-lufa (Por respeito a vocês não farei a piada da Lupa-lupa)

Continuando vemos uma correria na MaCUSA – Magical Congress of the United States of America – o Congresso Mágico dos EUA, o equivalente ao ministério da magia britânico ( Particularmente eu adorei essa pegada política, onde há um ministério em um país monárquico e um congresso em uma república), o motivo da correria nós não sabemos. No momento seguinte vemos a Tina com o Newt, que está olhando para o alto, creio que ainda na MaCUSA, parece que alguma coisa está para acontecer… Teorias por favor.

Pausem no jornal, vamos começar pelo nome sensacional: The New York Ghost, já começa com as referências, a matéria de destaque é “A Caça aos Bruxos se Intensifica” e algo sobre O risco de exposição dos bruxos, uma nota sobre um bruxo procurado “Alberto Macellarius a.k.a The Rat” um fabricante de varinhas e assassino, e nos abre para uma nova moeda: os Dragots, e o assassino está valendo 3.500, bem em baixo do Update Celestial (Horóscopo?), tem uma nota dizendo que a agencia federal de vigilância e obliviação de No-Maj bate recorde de multas, em outros lugares temos coisas sobre o medo que os bruxos estão sentindo da exposição, no canto há um gráfico de níveis de exposição da magia durante os anos 1913 à 1926 e ao lado da coluna de esportes tem uma nota com o que parece ser o nome de Gellert Grindelwald, e logo abaixo da matéria principal tem algo sobre o ministério da magia de Londres e algo sobre 1.000 Galeões… Enfim vou deixar uma imagem bem grande para vocês fuxicarem bastante que nem eu fiz

Easter Eggs Fantásticos e Onde HabitamEaster Eggs fantasticos e onde habitam

Na cena seguinte vemos o quarteto entrando em um beco com tijolinhos que se movem… Alguém notou uma referência? Vemos que a Tina está com o mesmo vestido da cena no bar, o que leva a crer que ou aquela porta deu no bar, ou eles usam o bar para acessar a porta. Esta cena vem seguida de trechos externos de uma Nova York dos anos 20, cheia de fumaça desses carros lindos, e é uma rua que foi montada para as gravações, eu fiquei apaixonada por cada mínimo detalhe desse cenário e cada detalhe do figurino das pessoas ao redor.

SHAW! A próxima cena mostra a entrada do que parece ser uma festa de gala e algo como uma campanha de eleição de um político chamado Shaw, o futuro da América. Ficou quase claro que este político (um futuro deputado, senador, presidente?), está apoiando o completo extermínio dos bruxos, isso explicaria porque ele está sendo tão apoiado e fazendo uma campanha tão grande.

Seguindo vemos o Jacob completamente admirado com o uso da magia que as irmãs fazem para arrumar a casa (acho que isso enfraquece as teorias que o Jacob possa ser um Bruxo Abortado, já que ele teria tido contato com magia antes disso), essa cena me trouxe o espírito dos primeiros acontecimentos de Harry Potter, onde a magia era boa, feliz, e divertida de volta, e eu adorei.

Começam cenas muito rápidas… De volta à festa de gala do Shaw: luzes explodindo… – Uma menina aparece, poderia ser a Modesty?- Logo em seguida temos o Percival Graves aparecendo, provavelmente essa é a parte onde ele faz o interrogatório para o Newt… E aí começa aquela música-tema maravilhosa que faz arrepiar até a sobrancelha em uma cena que parece ser um lugar subterrâneo com pilares grossos e um pássaro azul voando pela tela, seu nome não tem tradução mas segundo o Pottermore ele se chama Swooping Evil, e é a primeira criatura mágica à dar as caras. Baile do Shaw de novo: todas as luzes explodidas pessoas voando, seriam bruxos das trevas? Alguma criatura mágica fugitiva?

Cenas mais rápidas… Newt olhando assustado, Tina olhando assustada, um auror no bar do começo do trailer, e… UM PELÚCIO. Um pelúcio muito fofo, roubando a bolsa de alguma senhora rica provavelmente em busca de algo brilhante. Continuando: Queenie, um bando de policiais mirando para o alto, Newt e Tina correndo aparentemente sozinhos novamente em um lugar que parece subterrâneo, um flash com alguém disparando um feitiço, Newt aparatando no ar. Graves aparece de novo só para deixar as coisas mais tensas, do que ele está falando? De alguma criatura? Em seguida a Seraphina, presidente da MaCUSA com dois possíveis aurores ao fundo. Aí vem essa animação deliciosa formando o logo, com a música, ninguém aguenta mais tantos tiros, acabou? Não. Newt levanta do nada e simplesmente entra na maleta chamado o Jacob, que estava tomando um chazinho na paz e lendo ‘Cassandra e seu gato Gustave’, para ir com ele – reforçando aquela teoria de que na cena das ervas, eles estavam lá.

Agora acabou. Beijos e até a próxima!

Referências:
Warner Bros. Pictures Brasil

Pottermore

Capitão América